LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

14 de junho de 2012

Orientações Para ingressa no mestrado: Projeto, Provas e Entrevistas

 
 
Em 2012 fui aprovado no Mestrado em Educação como aluno regular e a minha pesquisa, resultou neste livro.


TITULO:

SABERES RECONTEXTUALIZADOS E RESSIGNIFICADOS NA AUTO-FORMAÇÃO DO PROFISSIONAL DOCENTE: A BUSCA PELA QUALIFICAÇÃO NA CONTEMPORANEIDADE




O Livro Docência nas águas: Diversidade Cultural, Maritimidade e Travessias na Ilha de Itaparica. O Livro é uma obra, que discute como ocorre a docência em meio a maritimidade e a diversidade cultural que circunda a Ilha de Itaparica. O livro apresenta também um breve recorte histórico da Ilha de Itaparica, do Município de Vera Cruz, e da trajetória do autor como “docente das águas”, termo que o mesmo utiliza ao referir-se ao desenvolvimento da docência no contexto da Maritimidade. Inspirado pelo romance Mar Morto de Jorge Amado, nas histórias de Guma, Lívia e da professora Dulce, personagens de Jorge Amado, o autor apresenta a cultura das águas de forma singular e poética através das narrativas de oito docentes que colaboraram na pesquisa.
 
 
O mar, a ilha, a docência e a escola vão se implicando e produzindo um cenário único e diverso, onde o fazer a educação se produz e traduz na ilha e no mar. A escola da ilha, desvela este lugar da maritimidade, das práticas sociais, culturais e simbólicas produzidas pelos sujeitos na relação com o mar. Assim, o mar flui no ensino, nas brincadeiras, no dia-a-dia dos alunos e alunas.
 
Acesse o Livro no site para compra-lo:
 
 
 
 
 
 
 


Primeiro Passo – Escola uma tema para pesquisar, que seja correlacionado com a sua formação acadêmica. Escolha um tema que goste e que tenha muitas "leituras". Você precisa saber o que irá pesquisar.

Segundo Passo: Amplie suas possibilidades participando de encontros acadêmicos e publicando artigos e resumos nos anais dos congressos ( apresente trabalhos) isso vale ponto nas seleções e demonstra que você é uma pessoa que tem uma vida acadêmica de leitura e pesquisa. Não é um "novato" ou alguém que não sabe o que quer.

Terceiro Passo: Verifique se no Mestrado que você quer se inscrever, algum professor orienta o seu tema. O que isso que dizer? Busque o currículo Lattes dos professores do Mestrado e veja quem orienta a sua temática neste mestrado. Na Plataforma Lattes, coloque o nome do professor e aparecerá o currículo dele, o que ele esta orientando e pesquisando. Muitas pessoas tem um ótimo projeto, se escrevem nos mestrados, mas nenhum professor orienta o tema que elas desejam pesquisar. Cuidado com isso! Cuidado também com o Mestrado. É importante ter o título, porém muitas pessoas ficam tentando mestrados que não tem nenhuma ligação com sua formação inicial.Veja também se o Mestrado é Profissional ou Acadêmico.

Quarto Passo: Se escreva como aluno especial deste Mestrado. O aluno Especial não tem vinculo com o mestrado, faz apenas uma ou duas disciplina, isso é importante pois você terá acesso aos professores e será conhecido por eles.Além disso você começará a se familiarizar com o ambiente, de ser aluno de um mestrado. E já fui aluno especial do mestrado e isso, é uma experiência muito boa, contribuiu muito para a construção do meu projeto e para ampliar minhas referências bibliográficas. Dica importante: Passe na Faculdade que você deseja fazer o mestrado e veja o material das disciplinas ( ementas, indicação de livros, textos e outras orientações).

Quinto Passo: Depois destes passos, veja a elaboração do seu projeto de pesquisa, leia o edital, e elabore o seu projeto seguindo os passos do edital. Geralmente eles pedem um projeto com no Máximo 10/15 laudas. Verifique se o mestrado ou faculdade que você deseja fazer o mestrado possui alguma revista. geralmente todos os professores do mestrado publicam seus textos nestas revistas. Faça leitura das mesmas e citações dos professores segundo a sua temática no seu projeto.Isso revela que você conhece o professor, sabe de suas publicações e também conhece o tema que deseja pesquisar.

 Sexto Passo: Prepare-se para a prova escrita. Visite o site das Faculdades/Universidades que você pretende concorrer a uma vaga de mestrado e leia os editais anteriores. Verifique se a faculdade que você deseja fazer o mestrado possui alguma revista. Geralmente todos os professores do mestrado publicam seus textos nestas revistas e elas são utilizadas como referências para a prova escrita. A maioria dos mestrados indicam algumas referências, faça uma leitura destas referências e se prepare para responder duas ou três questões baseadas em fraguimentos destas referências. Você terá que escrever/responder estas questões em umas 4/5 laudas.Fazer citações dos pesquisadores e fundamentar tudo que escrever na prova.

 Sétimo Passo:  Estude uma língua estrangeira. Em alguns mestrados, você tem a possibilidade de fazer a prova depois que já esta “dentro”. A prova de língua estrangeira não é eliminatória.Leia o edital do programa que você deseja se inscrever para ver esta questão.

Oitavo Passo: A entrevista. Nunca diga questões como: Não tenho tempo, tenho filhos e marido, meu emprego não irá me liberar. Todos os mestrados querem alunos com  dedicação integralmente, então, prepare-se para responder algumas questões sobre o seu projeto e sobre sua disponibilidade e porque deseja fazer o mestrado. Uma boa resposta é sempre dizer que tem disponibilidade total e que quer fazer mestrado para continuar na carreira acadêmica e na vida de pesquisador. Lembre-se que os programas de mestrados estão procurando "pesquisadores", "colaboradores" e os orientadores procuram orientar pessoas decididas, comprometidas com o mundo acadêmico, que possam fortalecer o nome da faculdade com sua pesquisa e claro: ser seu seguidor.

---- Texto de 2011 ---

Já fiz 9 seleções para mestrado em 3 faculdades diferentes, nos últimos 3 anos. Sempre passo em todas as etapas, até parece brincadeira, mas não sou mestre. A maioria dos mestrados tem um processo seletivo muito "complicado", então procure entrar em contato com o seu futuro orientador falar do seu projeto, solicitar ajuda/referências. 

Tente todos os anos, faça o processo seletivo, participe da vida acadêmica do mestrado, visite o site. É isso que tenho feito desde que decidir fazer o mestrado.  Em 2012 tentarei  4 mestrado diferentes. Fico me divertindo com as seleções e como as mesmas funcionam, faço as provas e passo. Depois vejo que as pessoas que são aprovadas fazem parte dos grupos de pesquisas dos professores, são professores da própria universidade ou funcionários. Mas não desisto, pois neste mundo de pesquisas e leituras deve existir um lugar para mim e para você.

Estas são as minhas experiências nesta jornada de pré-mestre. Caso tenha sucesso com minhas experiências, narre sua história para mim. Pesquiso sobre histórias de vida e formação docente, já escrevi dois artigos que foram publicados com este tema e já participei de muitos eventos acadêmicos publicando pôsteres, artigos e comunicações dentro desta temática.

Texto 2012 - Aprovado na UNEB - BAHIA

Aprovado no Mestrado em Educação da UNEB. Depois de uma caminhada que iniciou-se em 2008, na minha primeira tentativa na UFBA. Fazer Mestrado, ser pesquisador era, e é o meu objetivo profissional. Abdiquei de muitas coisas ( Sai da Secretaria de Educação de Vera Cruz, do cargo de Diretor de Ensino) para me dedicar a leituras e para pensar no meu projeto de pesquisa.Tentei novamente em 2019 e 2010 ( UFBA e UNEB), e sempre passava nas primeiras fazes, mas não era aprovado no final. Ouvir criticas e palavras de desmotivação, porém em 2011 tentei ( UEFS- UFBA e UNEB) fui desclassificado na língua estrangeira na UEFS e perdi na Entrevista na UNEB. Parecia que o mundo acabaria para mim, após estes resultados.Tudo parecia tão difícil, porém sou resiliênte, não iria desistir, e estava disposto a estudar e me dedicar para passar no mestrado, e iria mais longe, escrever e estudar mais ainda, e em 2012 fiz uma caminhada longa, árdua e determinada. 

Viajei para 3 estados Brasileiras para participar de Eventos Acadêmicos ( São Paulo- UNICAMP, Rio Grande do Sul-PUCRS, Sergipe-UFA), somente na Bahia, apresentei trabalhos em 3 Faculdades Estaduais (UNEB-Salvador, UESC – Ilhéus, UESB – Vitória da Conquista e Jequié). Na UFRB em Cruz das Almas, Cachoeira e Amargosa. Também publiquei somente este ano 4 artigos ( dois em revistas impressas e dois em Revistas Virtuais, uma das Revistas é da UFRB). Tudo isso atuando como coordenador da Escola Maria Geralda da Conceição em Vera Cruz, Professora da Escola Mario Lisboa em Itaparica, professor da pafor-UNEB – Castro Alves, da Faculdade Maria Milza em Cruz das Almas e fazendo outras coisas.

E finalmente em dezembro deste ano, digo 2012, depois de mais um processo de seleção fui aprovado para o Mestrado em Educação da Universidade Estadual da Bahia. Agradeço a Deus pela força e pelo aprendizado, a todos os meus amigos que acompanharam esta minha caminhada, o meu eterno muito obrigado.Na defesa da tese quero todos lá!!!

32 comentários:

Ivonete Smplício disse...

Estou planejando participar do mestrado em Educação em 2014 e ao ler suas informações e dicas para ingressar no mestrado foi bastante motivador. Vou buscar maiores subsídios que mim auxilie nesta nova jornada acadêmica.

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Unknown disse...

Não sei se estou tão preparada, mas ler sua história me motivou!!!rs Tentarei UFBA!rs Ah! Parabéns pela aprovação e persistência!!!
Ass: Fabiane.

Daiene Santos disse...

Nossa, muito complicado. Mas seu depoimento foi muito esclarecedor!

Milton Vasconcellos disse...

Dificuldades são elementos constantes na vida de qualquer um. Parabéns pela sua narrativa e persistência, afinal "fracasso não é a derrota, mas sim desistir".
seguirei suas dicas fielmente, obrigado querido.

Anônimo disse...

Parabéns! Ouvi uma frase uma vez que dizia que 30% do nosso êxito se deve ao talento e 70% ao esforço...Acredito nisso, e por isso ão desisto!
Abraços!

Carla Beatriz Carvalho disse...

Parabéns e boa sorte! Difícil, mas não impossível, quero muito tentar 2014/2015...

Carla Beatriz Carvalho disse...

Ah! Você poderia dar dicas de como publicar artigos nos anais dos congressos, etc. Seria bem válido.

Anônimo disse...

O dominio da variedade culta do português tambem é muito importante.

Iane Araújo disse...

Amei ler tua história. É motivadora e esclarece todo o processo para concorrer ao mestrado, me fez ter mais pé no chão e deixar um pouco de lado, somente um pouco, a ânsia de me inscrever e perceber que temos de estar preparados ou, ao menos, cientes do que queremos pesquisar. Obrigada! Parabéns Silvano.

Prolegomenos de Lara disse...

Olá! PArabéns pelo blog! Gostaria de saber se eu passar em dois mestrados ao mesmo tempo se posso cursar os dois.
Grata.

Claudia Goes disse...

Parabéns Silvano pela iniciativa, tudo que uma pessoa que pretende ingressar em um mestrado quer, é uma orientação e modelo de projeto. E, vc deu um exemplo belíssimo com esta atitude. Boa sorte!

doutoramento disse...

obrigado por esta publicação!!

doutoramento disse...

obrigado por esta publicação!!

doutoramento disse...

obrigado por esta publicação!!

Anônimo disse...

Amigo, por favor corrija no texto a palavra "fases". Está escrita "fazes".
Abs.

Mestrado Educação disse...

obrigado por esta publicação!!

Aristides Ortiz disse...

obrigado por esta publicação!!

Anônimo disse...

Gostei das dicas. Parabéns!

Anônimo disse...

O texto é motivador. Venho tentando seleções de mestrado desde 2010 e sempre sou reprovada ora na prova escrita, ora na análise do currículo. Acredito que por não ter tentado, até então, numa seleção em minha área de formação e atuação. As dicas sobre a prova escrita foram de grande valia, para mim. Só daria um conselho para o redator do texto: releia seus textos antes de publicá-los. Há muitos erros ao longo de toda a escrita, a exemplo de "escreva" ao invés de "inscreva", "escola" no lugar de "escolha" e outros "desvios" da língua, que seria mais interessante revisá-los. Fica a dica!

Rosangela Dias disse...

Estava pesquisando material para me ajudar na elaboração do meu pré projeto para concorrer ao mestrado em língua portuguesa e foi muito útil o seu material. Obrigada por dividir com outras pessoas. Deus o abençoe
e capacite cada vez mais.

Wania Massi disse...

Gostei das suas orientações sou professora de educação infantil sempre amei pesquisar, fiz duas pós graduação e meu sonho é fazer o mestrado vou retornar ao grupo de pesquisa esse ano estou muito afastado desse mundo acadêmico desde 2011, sou dedicada gosto desse mundo, estou quarenta horas em sala de aula (temos garantia no nosso plano de cargos aqui em campo grande a possibilidade de pedir afastamento remurado para fazer o mestrado e doutorado, nosso lindo prefeito para conter gastos suspendeu a até julho esse pedido de licença assim enquanto isso vou me preparar e voltar aos grupos)gostaria de relatar minha história profissional para vc. wanialmassi@yahoo.com.br. obrigada pelas dicas!

Bruno Bomfim disse...

Olá SIlvano, tudo bem? Estou me preparando para prestar a seleção do mestrado em educação da UEFS. Vc pode me dar algumas dicas das provas, especialmente de língua estrangeira?
meu e-mail é: keucria@hotmail.com
Um abraço!

Anderson Hander Brito Xavier disse...

Bom post. Também gostaria de compartilhar a minha experiência. Sou mestre em Linguística pela UnB: http://criteriorevisao.com.br/como-passar-em-provas-de-mestrado/

persiliana Gallieta disse...

Olá Silvano, ótima as suas colocações é muito animador, também estou vivendo nessa luta tentando a qualquer custo um mestrado, sou graduada em geografia já fiz três pós graduação mas agora quero um mestrado e gostaria de fazer um mestrado em educação pela UFG de Goiânia, já alguns anos estou na coordenação da escola e na formação dos professores em quatro projetos pedagógicos aderidos pela escola, com isso a geografia parece que saiu do meu contexto e então não estou achando o fio da meada sobre o que vou pesquisar, se puderes mim dar uma luz vou ficar muito feliz e falar também a respeito da provas.
Um abraço.
Meu email é: persiliana64@hotmail.com

Maria Almeida disse...

Linda história de vida, Silvano!

Que bom lhe conhecer!

Parabéns por suas conquistas!

Abcs,

Help

Educação e Liberdade disse...

Silvano,
Adorei as informações, vieram a calhar. Estou tentando uma seleção para mestrado. Sua persistência me animou.
Também sou blogueira.Visite:http://metodologiadaliberdade.blogspot.com
http://aprenderleituradomundo.blogspot.com
coragoiana_@hotmail.com

Val Alencar disse...

Silvano qual o modelo do projeto para ingressar no mestrado da UneB?
Desde já agradeço

Mestrado em Matematica disse...

gracias por la info

Anônimo disse...

Esses mestrados são muito corporativistas. O da UFG aqui vc só vÊ nas seleçoes alunos "discipulos" de professores. Muito desigual a analise dos curriculos.

Anônimo disse...

Fico feliz em lê a sua história! Tentarei mestrado em educação na UFCG. Tenho fé que um dia eu chegarei lá!! rsrsrs... abs!

Angelica Schimidt disse...

Muito bom! vou ler seu livro que aliás me inspirou para iniciar o meu pois achei a ideia genial! Gostaria de manter contato com vc. Desenvolvo um projeto no Pantanal de MT e esse contato com vc seria espetacular para trocarmos experiência.

Comentário